Portugal

Roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos

Confira aqui tudo sobre o roteiro ideal de 15 dias a se fazer na sua viagem por Portugal e Marrocos! Listamos as melhores dicas, informações, rotas e guias para uma viagem entre esses dois países:

Mapa: Lisboa-Marrocos

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito em sua viagem a Portugal. São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Sua viagem a Portugal vai sair mais barata do que imaginava e você poderá gastar mais para aproveitar ainda mais.

Vale a pena viajar entre Portugal e Marrocos?

Sim! Não é à toa que muita gente escolhe fazer essa rota quando planeja as férias. Tanto Portugal quanto Marrocos são países belíssimos, ricos em cultura, gastronômia e coisas para fazer.

Bandeira de Portugal

Por quais cidades passar na viagem?

Na nossa opinião, uma viagem de 15 dias entre Portugal e Marrocos não pode deixar de passar pelas seguintes cidades:

  • Lisboa
  • Cascais
  • Sintra
  • Coimbra
  • Aveiro
  • Porto
  • Braga
  • Guimarães
  • Marrakesh
  • Casablanca
  • Fes

Sim, sabemos que são muitas cidades e que o tempo é curto, mas é possível fazer esse roteiro, se essa for a sua preferência. É o roteiro mais comprido possível, nessa quantidade de dias, e será um pouco corrido, mas valerá a pena.

  • Mais devagar: Se você preferir um roteiro mais devagar, experimente retirar as cidades de Cascais e Sintra, ficando mais tempo nas cidades de Lisboa e Marrakesh, ou as que preferir.

Viagem de avião

Banner-Gabr

Como ir de Portugal para Marrocos?

É possível ir de Portugal para Marrocos de avião, carro, trem ou até ônibus. Mas considerando a quantidade de dias disponíveis, sem dúvidas, a melhor forma é viajar de avião. Assim você não perde muito tempo e não se cansa tanto nas viagens.

É difícil acompanhar todas as promoções e passagens de todas as companhias aéreas para conseguir comprar a mais barata. Por isso, é importante seguir algumas dicas para achar as passagens mais econômicas. A primeira grande dica é acessar algum comparador de passagens aéreas, que faz uma busca em todas as companhias aéreas. Ele poupa você de ter que entrar em cada companhia e fazer várias buscas diferentes.

Interior de avião

Com um comparador de passagem aérea, você coloca a data da sua viagem e ele já mostra todas as opções disponíveis. Nós sempre usamos esse comparador de passagens aéreas, pois de todos é o que sempre tem os melhores preços e é um dos mais seguros e conhecidos do Brasil.

Clique nele e siga as dicas abaixo que você vai economizar muito na compra das passagens aéreas. Só de utilizar ele, você já vai conseguir achar os melhores preços e as melhores opções de passagens.

Roteiro de 15 dias entre Portugal e Marrocos:

– Dia 1 – Lisboa

Você provavelmente chegará do Brasil por Lisboa, já que este é o destino de Portugal que recebe mais voos de outros países. Comece seu dia conhecendo a região de Belém, onde poderá ver a famosa Torre de Belém, o Padrão do Descobrimentos e o Mosteiro dos Jerónimos, bem como a casa tradicional de pastéis de Belém (não deixe de prová-los!). Esses lugares podem ser conhecidos todos a pé, já que ficam bem próximos uns dos outros.

Torre de Belém

De volta ao centro de Lisboa, continue o dia com um passeio pela Avenida da Liberdade, uma avenida gigante onde o fluxo não para. Quando chegar à Praça dos Restauradores, verá um grande obelisco, que faz uma homenagem à libertação de Portugal do domínio espanhol. Aproveite também o passeio promovido pelo Elevador da Glória, que fica ali perto, e sobe a colina que liga a Baixa ao Bairro Alto.

Uma vez lá em cima, você estará no Bairro Alto, que é o melhor bairro para a noite da capital, cheio de bares, restaurantes e lojas para você finalizar o dia. Na Praça de Camões é onde está o famoso Café A Brasileira, com sua estátua famosa de Fernando Pessoa, que era um frequentador. Se não estiver cansado, termine o dia na região do Cais do Sodré, que tem vida noturna agitada.

Elevador de Santa Justa à noite

– Dia 2 – Lisboa

Seu segundo dia em Lisboa será atarefado. Inicie seu roteiro pela região do Parque das Nações, construído para a grande Expo Mundial de 1998, e que deixou um legado lindo, moderno e turístico para Lisboa. É lá que está o oceanário de Lisboa, o teleférico e outros pontos turísticos menores, assim como a lindíssima Estação Gare de Oriente, que tem ligações para metro, rodoviária, ferroviária e vários pontos de táxi. Além de estar ao lado do Rio Tejo e da famosa Ponte Vasco da Gama.

Estação do Oriente

Conheça ainda a Catedral da Sé, e faça também uma visita ao Castelo de São Jorge, uma das construções medievais mais preservadas da Europa, e que tem vistas incríveis da cidade. No interior do Castelo de São Jorge há sempre exposições e belos jardins para relaxar. Continue a tarde no centro, caminhando primeiramente pela Rua Augusta, onde você chegará ao principal arco da cidade e sairá na Praça do Comércio, um dos lugares mais conhecidos e bonitos da cidade. Pode, inclusive, jantar no tradicinoal mercado Time Out.

Castelo de São Jorge

– Dia 3 – Cascais

Comece seu terceiro dia do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos acordando cedo, e indo até Cascais, uma cidade litorânea que fica a poucos minutos de Lisboa, e preserva um visual lindo de praia e edifícios modernos e neoclássicos. A cidade possui 17 praias, falésias, dunas, além de parques e reservas naturais. As praias mais famosas são a Praia da Rainha, Praia da Poça, a Praia do Tamariz, Praia do Guincho, Praia da Azarujina e Praia da Adraga.

Boca do Inferno, Cascais

Também vale conhecer a falésia Boca do Inferno, um dos pontos mais famosos da cidade; e a vila de Cascais, para ser explorada a pé – e onde está a marina e o Palácio de Cascais. Há muito o que fazer e conhecer, por isso nós recomendamos que você passe um dia inteiro na cidade.

– Dia 4 – Sintra

No quarto dia, vá explorar a região de Sintra, outra cidade vizinha, que fica a poucos minutos de Lisboa. Lá, você poderá:

  • Passear pelo centrinho da cidade;
  • Curtir um passeio mais prolongado pela Quinta da Regaleira, uma quinta grande, com cenários super românticos;
  • Subir (com carro ou por uma trilha) até o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros – que também tem muito o que mostrar!
  • Ah! E não deixe de provar os famosos “travesseiros de Sintra”, um doce folhado vendido nas lojas locais, e especialmente na “Periquita”.

Já mais tarde, volte para Lisboa e durma cedo, pois fará uma viagem um pouco mais comprida no dia seguinte.

Palácio de Sintra

– Dia 5 – Coimbra e Aveiro

Mais uma vez, acorde cedo e faça uma viagem de cerca de 2h15 de carro para Coimbra, uma cidade universitária linda e histórica. Coimbra foi a primeira capital de Portugal, entre 1139 e 1255, e por isso ainda conserva ares medievais. A cidade fica em uma colina às margens do Rio Mondego e é conhecida mundialmente por ter a Universidade de Coimbra, umas das primeiras universidades europeias – vale a visita!

Outros pontos turísticos de Coimbra que valem a pena conhecer são a Quinta das Lágrimas, o mini-mundo Portugal dos Pequeninos (mais infantil), a Sé de Coimbra e o Mosteiro de Santa Cruz em Coimbra.

Universidade de Coimbra

Se você conseguir chegar a Coimbra por volta das 10h e não perder muito tempo no almoço, às 15h30 já poderá partir para Aveiro, a “Veneza de Portugal”, que fica a 50 minutos de lá. Aveiro é uma cidade de passeio ainda mais rápido, mas onde você poderá ver canais com gôndolas que fazem passeios com os turistas, fotografar o cenário das casas de Costa Nova, e provar os famosos Ovos Moles de Aveiro, um doce típico incrível que vende por aqui.

Ao final do passeio, faça a viagem para o Porto, que dura cerca de uma hora de carro, partindo de Aveiro. Essa é outra cidade do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos. Ao chegar, aproveite para jantar os famosos cachorros-quentes no restaurante Gazela, acompanhados de uma boa Nortada (a cerveja mais vendida no Porto)!

Aveiro, Portugal

– Dia 6 – Porto

Comece seu passeio pelo Porto acordando cedo e caminhando até a Ribeira, um dos lugares mais emblemáticos da cidade e núcleo dela. Faça um passeio de barco e atravesse para o outro lado do rio, de onde poderá ter uma visão especial do Porto e visitar as Caves de Vinho, onde poderá fazer várias provas. Se ainda houver tempo, visite também os Jardins do Palácio de Cristal, que é um parque na região mais alta da cidade, com uma bela vista do Porto, tendo a oeste a Ponte da Arrábida e a foz do Rio Douro.

Cave de vinho, Porto

Perto está um famoso restaurante, o Capa Negra, para experimentar a comida típica do Porto: a francesinha. Nada mais é do que um enorme sanduíche servido em prato e que se come com talheres, pois leva muitos ingredientes como linguiça, salsicha, carne, presunto, entre outros e coberto por queijo derretido e um molho específico e apimentado, também cheio de ingredientes. E, se quiser, curta ainda a noite na cidade em uma das melhores baladas do Porto ou bares no Porto.

– Dia 7 – Porto

Em seu segundo dia no Porto, conheça a Baixa do Porto, onde fica a Igreja do Carmo, com a fachada decorada com azulejos típicos de Portugal. Por aquela área está também a Torre dos Clérigos, um dos mirantes mais conhecidos da cidade, com 76 m de altura; e a livraria Lello – suas escadarias são muito conhecidas por terem servido de inspiração aos livros do Harry Potter, uma vez que a autora, J.K. Rowling, morou na cidade do Porto.

Conheça também o Palácio da Bolsa, um luxuoso edifício do século 19, e demorou aproximadamente 70 anos para ser construído, e abriga a Viniportugal, um lugar no qual é possível fazer uma degustação de vinhos de várias regiões do país. Lá você verá a galeria dos antigos presidentes, a sala tribunal, a sala das assembleias, a sala dos retratos e o salão árabe de eventos.

Torre dos Clérigos, Porto

Por fim, vá à Catedral da Sé, da qual é possível ter uma vista da parte mais histórica e antiga do Porto. E volte para descansar em sua acomodação mais cedo, por conta da viagem no dia seguinte.

– Dia 8 – Guimarães + Braga

Logo pela manhã, faça uma viagem de 40 minutos até Guimarães, o “berço de Portugal”. A cidade não é muito grande, mas você poderá conhecer o Castelo de Guimarães do século X, que protegia os monges e cristão dos mouros; a igreja Nossa Senhora da Consolação com sua bela entrada (foto abaixo); e o Monte da Penha, que é a parte mais elevada de Guimarães e com vista para a cidade (no topo é onde fica a estátua do Papa Pio IX).

Igreja Nossa Senhora da Consolação em Guimarães

Depois do passeio por Guimarães, siga para a cidade de Braga, e vá direto para o famoso Santuário do Bom Jesus do MonteTrata-se de um santuário enorme, com uma escadaria linda e vista encantadora da cidade. Lá fica uma igreja, lanchonetes e parque com cenários bucólicos para você conhecer. Depois, siga para o Santuário de Nossa Senhora do Sameiroque também tem uma igreja, e uma vista ainda mais encantadora.

Depois do passeio, aproveite para conhecer à noite o centrinho de Braga, onde fica a Praça da República (ou “Arcada”) e o Jardim de Santa Bárbara. Durma apenas nesta noite em Braga, e aproveite para recarregar as energias.

Santuário do Bom Jesus do Monte, Braga

– Dia 9 – Marrakesh

Em seu 9º dia de roteiro, você viajará para Marrakesh, uma cidade cheia de cultura e tradições. A diferença é notória desde o momento do pouso! Em seu primeiro dia, visite um dos pontos turísticos que mais gostamos: o Jardim Majorelle, que é um jardim cheio de espécies de plantas, aberto ao público em 1947. Ele fazia parte da casa do estilista Yves Saint Laurent, e é realmente lindo e super fotográfico – logo ao lado, inclusive, fica o museu do estilista, que vale a visita. Dá para passar um bom tempo por lá!

Jardim Majorelle em Marrakesh

Em seguida, passe pela Merdesa Ben Youssef, uma universidade de linda arquitetura e que foi uma das mais importantes do século XIX. E finalize o seu dia em um restaurante ou café na Praça Jemma el-Fna, uma das mais famosas da cidade, que também costuma abrigar uma feirinha de artistas muito legal.

– Dia 10 – Marrakesh

Em seu segundo dia em Marrakesh, aproveite para visitar as muralhas da Medina Bab Agnaou, que abrigavam o Palácio Real. Após atravessá-las, desbrave as lojas locais (onde se encontram muitos produtos com óleo de argan!), e siga para a Mesquita do Kasbah, com seus lindos azulejos verdes.

Depois, siga para os Túmulos Saadianos, com sua salas de orações em mármore italiano, e jardim. Em seguida, vá para o Palácio El Badi, que rende um grande passeio e muitas fotagrafias com cenários lindos – especialmente por causa do seu pátio central, que tem vários espaços peculiares.

Compras em Marrakesh

Visite também o antigo bairro judeu Mellah, onde encontrará muitas especiarias à venda. E acrescente uma ida ao Palais Bahia, um palácio que demorou cerca de 10 anos para ser finalizaldo e tem 8 hectares de extensão! Vale muito a visita. Por fim, visite a Mesquita de Koutobia e seus jardins, e finalize o dia na Praça Jemaa el-Fna, que tem boas opções de restaurantes para um jantar.

– Dia 11 – Marrakesh

Em seu último dia do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos, visite o Museu de Marrakesh, que antigamente era um palácio. Além de uma arquitetura linda, lá você encontrará cerâmicas, tapetes, bijuterias e muitos outros artigos tradicionais. Depois da visita, vale passear pela Qoubba Almorávida, edifício do século XII que fica logo em frente e é parte da mesquita. Também alia o lado, visite a Madraça e Mesquita Ben Youssef, que já foi uma grande escola islâmica. E finalize assim o seu roteiro!

  • Obs: quem preferir também pode fazer um passeio de balão neste terceiro e último dia!

Museu de Marrakesh

– Dia 12 – Casablanca

Comece seu 12º dia do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos viajando para Casablanca, de avião ou transfer. Chegando lá, você poderá visitar a Mesquita Hassan II, que é a segunda maior do mundo e é linda! Dá para passar um bom tempo explorando o local e seus arredores, que tem muitas tendas com artesanatos e onde se pode fazer as famosas tatuagens de henna nas mãos. Depois dessa visita, almoce e parta para a Medina de Casablanca (ou “Le Medina”), famoso ponto de comércio.

Medina de Casablanca

A região também vale uma caminhada, especialmente por causa da arquitetura das casas do centro. No fim do dia, não deixe de assistir ao pôr do sol em La Corniche, que fica à beira-mar, e escolher um bom restaurante ou clube noturno na região para fechar o dia.

– Dia 13 – Casablanca

Em seu segundo dia em Casablanca, você pode vagar pela região de Anfa, um bairro mais chique da cidade, e La Corniche, o regiãode praia que você visitou na noite anterior. Também pode, se preferir, visitar o maior shopping da África, o Morocco Mall, node há um aquário super famoso, o Aquadream, que tem formato cilíndrico e 1 milhão de litros d’água! No fim da tarde, aproveite para subir o arranha-céu Casablanca Twin Center e ter uma vista privilegiada no Sky 28 de Casablanca.

Sky 28 de Casablanca

– Dia 14 – Fes

Seu último destino do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos é Fes. Comece seu dia com um tour pelas ruas estreitas de Fes, ao redor da medina da cidade, que tem mais de 1200 anos. Em seguida, vá para as Tanneries Chouara, um local turístico onde se vendem muitos artigos artesanais. O cenário, com vários tanques de cores onde as peles são tingídas, é super típico de Fes. Depois, siga para a Mesquita Zaouiat sidi Ahmed Tijani, que só pode ser vista do lado de fora para os não muçulmanos. Ela data do século 18, e é lá que fica a tumba de Ahmed Tijani, um dos fundadores das ordens do islã.

Mesquita Zaouiat sidi Ahmed Tijani, Fes

A próxima parada é Madraça Attarine, uma antiga escola de cerâmicas, e Zaouia Moulay Idriss II, com várias tumbas de personalidades improtantes – e uma arquitetura magnífica. Por fim, visite a Mesquita de Qaraouiyine, a mais grandiosa de Fes, que pode ser vista por fora e por feixes de passagens (a entrada é apenas para muçulmanos). Ali perto, não deixe de ver a Fonte Nejjarine, o Museu de Artes e Ofícios de Madeira de Nejjarine, e as ruazinhas de vendas.

– Dia 15 – Fes

Em seu segundo dia em Fes, comece explorando a Madraça Bou Inania, que data de meados dos anos 1350, e tem uma das arquiteturas mais esplêndidas da cidade. Depois, vá para a Bab Boujeloud, um portão que é cartão-postal da cidade por causa de sua composição, com azulejos azul e branco. Lá perto também fica a praça Place Boujloud, com muralhas do século IX, e o Palácio Dar el-Makhzen, a cerca de 1km. Todos valem a visita!

Palácio Dar el-Makhzen, Fes

Em seguida, dirija-se para Mellah, o bairro judeu, com casas e restaurantes diferenciados em sua arquitetura. Lá também fica a Sinagoga Ibn Danan, do século XVII, onde você pode tirar muitas fotos e explorar os arredores antes de finalizar o seu roteiro.

  • Qual moeda levar? A moeda usada em Portugal é o euro, e a usada em Marrocos é o dirham marroquino. Portanto, você precisará levar ambas as moedas para a sua viagem.
  • Covid-19: Marrocos reabriu a fronteira a brasileiros vacinados em 2021, portanto, certifique-se de viajar com um certificado das três doses (ou duas, tomadas a menos de 270 dias do embarque).
  • Fronteiras: por Marrocos ser um país fora da União Europeia, você precisará passar pelo controle de fronteiras quando viajar entre ele e Portugal, seja uma ida ou volta. Isso significa: pegar a fila de imigrantes, mostrar passaporte e fazer aquela “mini entrevista” de fronteiras.

Onde ficar em cada cidade?

Para não perder tempo procurando onde ficar em cada uma dessas cidades, indicamos abaixo alguns dos lugares que mais gostamos para economizar:

Hotel em Lisboa

Muito mais dicas de Portugal no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis de Portugal, com muito mais dicas, para te ajudar a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal ou aqui para ver a playlist com todos os vídeos de Portugal. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Não esqueça o seguro viagem obrigatório para Europa

Agora que você já sabe tudo sobre o roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos, uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando ir a qualquer país da Europa é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional é obrigatório para viajar para lá. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Mulher olhando janela de avião

Como usar seu celular à vontade em Portugal e na Europa?

Poder usar seu celular em Portugal e na Europa, em geral, é algo extremamente útil e necessário, já que com ele você pode pesquisar sobre pontos turísticos, acessar os aplicativos deles, conferir a previsão do tempo e até usar o GPS, economizando o aluguel deste equipamento para o carro.

Além de, claro, estar conectado nas várias redes sociais e WhatsApp! Por isso, selecionamos as melhores dicas de como usar o celular à vontade na Europa. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro e em qualquer lugar, podendo pesquisar sobre o roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos.

Casal olhando celular

Dicas para aproveitar melhor sua viagem a Portugal

Agora que você já viu tudo sobre o roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Marrocos, uma dica importante é que alguns pontos turísticos, praias, cidades legais e vinícolas em Portugal são um pouco afastados das cidades, e uma ótima opção para aproveitar melhor sua viagem é alugar um carro.

Muitos brasileiros estão fazendo isso, pois você pode conhecer várias cidades lindas. Se quiser, veja nossa matéria de como alugar um carro em Lisboa e Portugal, com tudo o que você precisa saber do assunto e dicas de como encontrar preços imbatíveis usando comparadores, para fazer o melhor negócio.

Dicas para aproveitar melhor sua viagem ao Porto

Dica dos ingressos e passeios mais baratos para todas as cidades de Portugal (com translado grátis!)

Temos duas super dicas para quem quer comprar os ingressos das atrações e fazer os passeios em Portugal. Portugal tem cidades mágicas, e existem passeios incríveis que o levam para conhecer essas cidades em um único dia. Nós conhecemos uma agência de passeios ótima que faz todos esses tours guiados de forma privativa (com carro e guia exclusivos!), a preços muito bons mesmo.

Foi uma experiência excelente que tivemos, e há opções para cidades como Lisboa, Fátima, Sintra e Porto! Se quiser, veja a matéria em que explicamos essa super parceria de passeios privativos por Portugal. O preço é para grupos de três pessoas, mas pode-se viajar com mais ou menos gente, e o valor individual sai muito em conta. E usando nosso cupom, você ainda ganha um super desconto e o translado do aeroporto ao hotel grátis!

Palácio da Pena em Sintra, Portugal

Os ingressos para entrar nas atrações não estão inclusos nos passeios, mas se a pessoa quiser ir a alguma, eles ajudam a comprar lá na hora, sem problemas. Lembramos que é sempre mais barato comprar antes, pela internet, para evitar filas e não perder tempo de viagem. Nós já viajamos o mundo e sempre pesquisamos bastante sobre a questão dos ingressos.

Nas últimas viagens utilizamos esse site de Ingressos da Europa, que vende ingressos para os principais pontos turísticos de Lisboa, Porto e de todas as cidades da Europa! Eles são um dos maiores vendedores de ingressos, o site está em português, é seguro, e o bom é que você compra todos os seus ingressos em um único lugar.

Veja outras matérias imperdíveis de Portugal:

O que fazer em Lisboa: Principais atrações, passeios e lugares de Lisboa em Portugal.
Onde ficar em Porto: Melhores regiões para se hospedar em Porto.
Dicas para andar de trem na Europa: Melhores empresas, trajetos, onde comprar passagens super baratas e todas as dicas.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *