Portugal

Roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália

Confira aqui tudo sobre o roteiro ideal de 15 dias a se fazer na sua viagem por Portugal e Itália! Listamos as melhores dicas, informações, rotas e guias para uma viagem entre esses dois países:

Roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito em sua viagem a Portugal. São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Sua viagem a Portugal vai sair mais barata do que imaginava e você poderá gastar mais para aproveitar ainda mais.

Vale a pena viajar entre Portugal e Itália?

Sim! Não é à toa que muita gente escolhe fazer essa rota quando planeja as férias. Tanto Portugal quanto Itália são países belíssimos, ricos em cultura, gastronômia e coisas para fazer. Dúvida? Confira os melhores passeios só das capitais desses dois países:

Bandeira de Portugal

Por quais cidades passar na viagem?

Na nossa opinião, uma viagem de 15 dias entre Portugal e Itália não pode deixar de passar pelas seguintes cidades:

  • Lisboa
  • Cascais
  • Sintra
  • Coimbra
  • Aveiro
  • Porto
  • Milão
  • Veneza
  • Florença
  • Roma

Sim, sabemos que são muitas cidades e que o tempo é curto, mas é possível fazer esse roteiro, se essa for a sua preferência. É o roteiro mais comprido possível, nessa quantidade de dias, e será um pouco corrido, mas valerá a pena.

  • Mais devagar: Se você preferir um roteiro mais devagar, experimente retirar as cidades de Porto, Milão e/ou Florença, ficando mais tempo nas cidades de Lisboa e Roma, ou as que preferir.

Viagem de avião

Banner-Gabr

Como ir de Portugal para a Itália?

É possível ir de Portugal para a Itália de avião, carro, trem ou até ônibus. Mas considerando a quantidade de dias disponíveis, sem dúvidas, a melhor forma é viajar de avião. Assim você não perde muito tempo e não se cansa tanto nas viagens.

É difícil acompanhar todas as promoções e passagens de todas as companhias aéreas para conseguir comprar a mais barata. Por isso, é importante seguir algumas dicas para achar as passagens mais econômicas. A primeira grande dica é acessar algum comparador de passagens aéreas, que faz uma busca em todas as companhias aéreas. Ele poupa você de ter que entrar em cada companhia e fazer várias buscas diferentes.

Interior de avião

Com um comparador de passagem aérea, você coloca a data da sua viagem e ele já mostra todas as opções disponíveis. Nós sempre usamos esse comparador de passagens aéreas, pois de todos é o que sempre tem os melhores preços e é um dos mais seguros e conhecidos do Brasil.

Clique nele e siga as dicas abaixo que você vai economizar muito na compra das passagens aéreas. Só de utilizar ele, você já vai conseguir achar os melhores preços e as melhores opções de passagens.

Viagem de avião

No entanto, também vale a pena fazer os trechos mais curtos e num mesmo país com um carro alugado. Assim você conhece novas paisagens, economiza o dinheiro de alguns voos e tem mais liberdade de horários. Por exemplo:

  • Lisboa – Cascais – Sintra – Lisboa
  • Milão – Veneza – Florença – Roma

O jeito mais fácil e barato de alugar um carro em Portugal é já fazer a reserva aqui do Brasil pela internet, para garantir o seu carro e o melhor preço. Reservando pela internet com antecedência, o preço final sai muito mais barato do que para quem aluga na hora. Sem falar que existe um incrível comparador de preços de carros, que vamos mostrar abaixo, que já faz uma busca em todas as locadoras de Portugal e encontra os melhores preços e promoções incríveis.

Viagem de carro pela Europa

Se quiser fazer a pesquisa, clique aqui em Comparador de aluguel de carros. Esse comparador tem parcerias fortíssimas com as locadoras de carro, e por isso conseguem preços imbatíveis. Além disso eles parcelam em até 12 vezes sem juros e por ser uma empresa brasileira você não paga o IOF de 6%, pois o pagamento é feito em reais. Você realmente vai economizar muito.

Outra opção boa no mercado é esse outro Comparador de preços de aluguel de carros que é o maior comparador do mundo. Ele é bem parecido com o anterior, mas tem mais empresas na sua busca e geralmente encontra preços ótimos e mais baratos do que o outro. A única diferença é que o sistema dele é internacional, então não é possível parcelar o valor, mas muitas empresas oferecem a opção de pagar somente lá na hora, o que é ótimo. Vale a pena conferir também, pois eles têm promoções bem agressivas em Portugal.

  • A dica certeira para economizar no roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália é utilizar os dois comparadores e ver em qual você encontra o melhor preço. E em quanto mais pessoas tiver, mais você vai economizar, pois tudo será dividido por todos, inclusive estacionamento e gasolina.

Viagem de carro

Roteiro de 15 dias entre Portugal e Itália:

– Dia 1 – Lisboa

Você provavelmente chegará do Brasil por Lisboa, já que este é o destino de Portugal que recebe mais voos de outros países. Comece seu dia conhecendo a região de Belém, onde poderá ver a famosa Torre de Belém, o Padrão do Descobrimentos e o Mosteiro dos Jerónimos, bem como a casa tradicional de pastéis de Belém (não deixe de prová-los!). Esses lugares podem ser conhecidos todos a pé, já que ficam bem próximos uns dos outros.

Torre de Belém

De volta ao centro de Lisboa, continue o dia com um passeio pela Avenida da Liberdade, uma avenida gigante onde o fluxo não para. Quando chegar à Praça dos Restauradores, verá um grande obelisco, que faz uma homenagem à libertação de Portugal do domínio espanhol. Aproveite também o passeio promovido pelo Elevador da Glória, que fica ali perto, e sobe a colina que liga a Baixa ao Bairro Alto.

Uma vez lá em cima, você estará no Bairro Alto, que é o melhor bairro para a noite da capital, cheio de bares, restaurantes e lojas para você finalizar o dia. Na Praça de Camões é onde está o famoso Café A Brasileira, com sua estátua famosa de Fernando Pessoa, que era um frequentador. Se não estiver cansado, termine o dia na região do Cais do Sodré, que tem vida noturna agitada.

Elevador de Santa Justa à noite

– Dia 2 – Lisboa

Seu segundo dia em Lisboa será atarefado. Inicie seu roteiro pela região do Parque das Nações, construído para a grande Expo Mundial de 1998, e que deixou um legado lindo, moderno e turístico para Lisboa. É lá que está o oceanário de Lisboa, o teleférico e outros pontos turísticos menores, assim como a lindíssima Estação Gare de Oriente, que tem ligações para metro, rodoviária, ferroviária e vários pontos de táxi. Além de estar ao lado do Rio Tejo e da famosa Ponte Vasco da Gama.

Estação do Oriente

Conheça ainda a Catedral da Sé, e faça também uma visita ao Castelo de São Jorge, uma das construções medievais mais preservadas da Europa, e que tem vistas incríveis da cidade. No interior do Castelo de São Jorge há sempre exposições e belos jardins para relaxar. Continue a tarde no centro, caminhando primeiramente pela Rua Augusta, onde você chegará ao principal arco da cidade e sairá na Praça do Comércio, um dos lugares mais conhecidos e bonitos da cidade. Pode, inclusive, jantar no tradicinoal mercado Time Out.

Castelo de São Jorge

– Dia 3 – Cascais e Sintra

Comece seu terceiro dia do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália acordando cedo, e indo até Cascais, uma cidade litorânea que fica a poucos minutos de Lisboa, e preserva um visual lindo de praia e edifícios modernos e neoclássicos. A cidade possui 17 praias, falésias, dunas, além de parques e reservas naturais. As praias mais famosas são a Praia da Rainha, Praia da Poça, a Praia do Tamariz, Praia do Guincho, Praia da Azarujina e Praia da Adraga.

Boca do Inferno, Cascais

Também vale conhecer a falésia Boca do Inferno, um dos pontos mais famosos da cidade; e a vila de Cascais, para ser explorada a pé – e onde está a marina e o Palácio de Cascais. Depois de explorar Cascais e almoçar na região, vá para Sintra, outra cidade vizinha. Em cerca de 5 horas, você consegue:

  • Passear pelo centrinho da cidade;
  • Curtir um passeio mais prolongado pela Quinta da Regaleira, uma quinta grande, com cenários super românticos;
  • Subir (com carro) até o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros – que podem ser vistos do lado de fora, sem necessidade de entrar.
  • Ah! E não deixe de provar os famosos “travesseiros de Sintra”, um doce folhado vendido nas lojas locais, e especialmente na “Periquita”.

Já mais tarde, volte para Lisboa e durma cedo, pois fará uma viagem um pouco mais comprida no dia seguinte.

Palácio de Sintra

– Dia 4 – Coimbra e Aveiro

Mais uma vez, acorde cedo e faça uma viagem de cerca de 2h15 de carro para Coimbra, uma cidade universitária linda e histórica. Coimbra foi a primeira capital de Portugal, entre 1139 e 1255, e por isso ainda conserva ares medievais. A cidade fica em uma colina às margens do Rio Mondego e é conhecida mundialmente por ter a Universidade de Coimbra, umas das primeiras universidades europeias – vale a visita!

Outros pontos turísticos de Coimbra que valem a pena conhecer são a Quinta das Lágrimas, o mini-mundo Portugal dos Pequeninos (mais infantil), a Sé de Coimbra e o Mosteiro de Santa Cruz em Coimbra.

Universidade de Coimbra

Se você conseguir chegar a Coimbra por volta das 10h e não perder muito tempo no almoço, às 15h30 já poderá partir para Aveiro, a “Veneza de Portugal”, que fica a 50 minutos de lá. Aveiro é uma cidade de passeio ainda mais rápido, mas onde você poderá ver canais com gôndolas que fazem passeios com os turistas, fotografar o cenário das casas de Costa Nova, e provar os famosos Ovos Moles de Aveiro, um doce típico incrível que vende por aqui.

Ao final do passeio, faça a viagem para o Porto, que dura cerca de uma hora de carro, partindo de Aveiro. Essa é outra cidade do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália. Ao chegar, aproveite para jantar os famosos cachorros-quentes no restaurante Gazela, acompanhados de uma boa Nortada (a cerveja mais vendida no Porto)!

Aveiro, Portugal

– Dia 5 – Porto

Comece seu passeio pelo Porto acordando cedo e caminhando até a Ribeira, um dos lugares mais emblemáticos da cidade e núcleo dela. Faça um passeio de barco e atravesse para o outro lado do rio, de onde poderá ter uma visão especial do Porto e visitar as Caves de Vinho, onde poderá fazer várias provas. Se ainda houver tempo, visite também os Jardins do Palácio de Cristal, que é um parque na região mais alta da cidade, com uma bela vista do Porto, tendo a oeste a Ponte da Arrábida e a foz do Rio Douro.

Cave de vinho, Porto

Perto está um famoso restaurante, o Capa Negra, para experimentar a comida típica do Porto: a francesinha. Nada mais é do que um enorme sanduíche servido em prato e que se come com talheres, pois leva muitos ingredientes como linguiça, salsicha, carne, presunto, entre outros e coberto por queijo derretido e um molho específico e apimentado, também cheio de ingredientes. E, se quiser, curta ainda a noite na cidade em uma das melhores baladas do Porto ou bares no Porto.

– Dia 6 – Porto

Em seu segundo dia no Porto, conheça a Baixa do Porto, onde fica a Igreja do Carmo, com a fachada decorada com azulejos típicos de Portugal. Por aquela área está também a Torre dos Clérigos, um dos mirantes mais conhecidos da cidade, com 76 m de altura; e a livraria Lello – suas escadarias são muito conhecidas por terem servido de inspiração aos livros do Harry Potter, uma vez que a autora, J.K. Rowling, morou na cidade do Porto.

Conheça também o Palácio da Bolsa, um luxuoso edifício do século 19, e demorou aproximadamente 70 anos para ser construído, e abriga a Viniportugal, um lugar no qual é possível fazer uma degustação de vinhos de várias regiões do país. Lá você verá a galeria dos antigos presidentes, a sala tribunal, a sala das assembleias, a sala dos retratos e o salão árabe de eventos.

Torre dos Clérigos, Porto

Por fim, vá à Catedral da Sé, da qual é possível ter uma vista da parte mais histórica e antiga do Porto. E volte para descansar em sua acomodação mais cedo, por conta da viagem no dia seguinte.

– Dia 7 – Milão

Comece seu dia viajando para Milão, na Itália! Milão é uma cidade repleta de pontos turísticos incríveis para você conhecer, mas indicamos que você comece o passeio pela zona central e turística da cidade, na qual se encontram vários pontos turísticos importantíssimos como a Catedral de Milão, Galleria Vittorio Emanuele II e o Teatro Alla Scala.

Sugerimos que inicie pela catedral, já que a igreja conta com muitos detalhes e obras esplêndidas que são de deixar qualquer um de queixo caído. Logo após a visita à Catedral vá até a Galleria Vittorio Emanuele II, que está repleta de restaurantes, cafés e lojas incríveis para você visitar.

Passeio por Milão

Um boa ideia é parar, por exemplo, no restaurante Savini, situado na galeria, que apresenta o melhor da gastronomia italiana e você ainda pode acompanhá-la com uma boa taça de vinho. Aproveite o resto da tarde para fazer umas comprinhas por ali mesmo, já que na própria Galleria há lojas de luxo de roupas, calçados, acessórios e bolsas para você se divertir muito.

Por fim, logo à noite, coloque uma roupa bem elegante assista a um concerto de ópera ou apresentação de dança no Teatro Alla Scala. Este teatro além de surpreendente pela estrutura e decoração que apresenta conta com eventos super bacanas para superar ainda mais a expectativa do público. Aproveite, pois este foi só o primeiro dia na Itália, do roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália.

– Dia 8 – Milão

No seu segundo dia na cidade italiana, prepare-se para um roteiro bastante cultural. A sugestão é que logo pela manhã você vá até um dos parques mais famosos de Milão, o Sempione Park. Para quem estiver viajando em família, por exemplo, nada melhor que ter uma manhã ao ar livre em meio a uma imensa área verde, poder preparar um delicioso piquenique e ficar por ali apreciando a belíssima paisagem.

Para os amantes de atividades físicas, aproveitar para fazer uma boa caminhada por todo o local ou ousar nos exercícios também pode ser uma ótima opção.

Sempione, Milão

Logo depois, você pode aproveitar por ali mesmo e ir a um outro ponto turístico de Milão que é o Castelo Sforzesco. Por estar localizado dentro do Sempione, o Castelo é quase que uma visita obrigatória a qualquer turista que for até a região. Dentre as coisas mais bacanas que você encontrará no Castelo Sforzesco e poderá apreciar estão os museus: Museu de Arte Antiga, Pinacoteca e muitos outros.

Além, é claro, de estar em contato com um dos monumentos mais antigos da Itália e, que mesmo depois de tanto tempo e de tantas transformações, não perdeu sua elegância e importância para a cidade.

– Dia 9 – Milão

Para o seu último dia em Milão nada melhor que ir a uma região super movimentada e bastante querida pelos moradores e turistas da cidade. Para quem não conhece Brera ou nunca leu nada sobre este bairro, nossa sugestão é simples: não deixe de ir até lá. Além da região contar com os melhores bares da cidade, é também muito frequentada por públicos de todos os estilos e gostos.

Este bairro conta com uma incrível Pinacoteca, que conta mais sobre a história da cidade e ainda reserva obras super famosas como Ceia em Emaús de Caravaggio. Por ser uma região bastante boêmia, artística e muito cultural, sempre há eventos nas ruas e até feirinhas de antiguidades, portanto se você estiver passando por algumas delas não deixe de parar e conferir tudo por lá.

Passeio pelas ruas de Milão

Aproveite, claro, para sentar em um dos bares de Brera e curtir no maior estilo italiano tudo o que a região tem a proporcionar. O melhor de tudo é se divertir e terminar sua viagem em grande estilo, portanto aproveite cada momento ao lado da família, dos amigos ou qualquer pessoa que seja e faça com que tudo tenha valido a pena.

Neste mesmo dia, assim que puder, viaje para Veneza. Lá, neste dia, você poderá visitar a igreja San Giorgio Maggiore, toda trabalhada nos detalhes. Localizada em uma ilha bem próxima a um outro ponto turístico interessante para você conhecer na cidade, na Praça de São Marcos, esta igreja é um lugar muito encantador e que reflete bem a arte renascentista da época. Vale a pena a visita, principalmente para quem quiser fazer belíssimas fotografias em Veneza.

A Basílica de São Marcos ainda fica ali ao lado, e também apresenta uma decoração e arquitetura esplêndida. O mais legal é que ali por perto você encontrará vários restaurantes, cafés e até lanchonetes para descansar e se alimentar.

– Dia 10 – Veneza

Este dia do roteiro começa na Ponte di Rialto. A cidade italiana tem muitos canais de rios, mas é a Ponte di Rialto que atravessa o famoso Grande Canal. Este centro comercial e de entretenimento de Veneza é um dos pontos turísticos mais frequentados pelos moradores e visitantes da cidade, principalmente por apresentar várias lojinhas e barracas que são verdadeiras tentações.

A arquitetura da ponte é encantadora e, mesmo sendo uma das mais antigas da Itália não deixa passar despercebida por ninguém que vai até lá. Portanto, aproveite a sua viagem e conheça este lugar incrível de Veneza. Não deixe também de dar uma paradinha em alguns dos restaurantes da redondeza e aprecie uma boa taça de vinho acompanhada do melhor da culinária italiana.

Ponte di Rialto, Itália

Outra dica super legal para o seu roteiro é fazer o tour de gôndola pela cidade. Como muitos já sabem Veneza é bastante famosa por utilizar até hoje estas embarcações para atravessar os rios ou apenas como uma forma de turismo para atrair os visitantes. Sendo assim, conheça os diferentes tours que existem na cidade e aprecie cada canto de Veneza no melhor estilo veneziano.

Os preços para um passeio de aproximadamente 40 minutos variam muito, mas a média está entre os 80€. Caso queira economizar um pouco com a viagem não deixe de ler a matéria sobre como economizar na Itália com ótimas dicas e sugestões para você poupar um dinheirinho por lá. Neste mesmo dia, à noite, viaje para Florença, onde você dormirá e passará os próximos dois dias deste roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália.

– Dia 11 – Florença

No 11º dia do roteiro, sugerimos que você acorde bem cedinho, tome um café da manhã reforçado e vá até um dos principais passeios da cidade, a Basílica de Santa Maria del Fiore. Localizada na Piazza del Duomo, ela é uma das igrejas mais importantes e famosas de toda a Itália.

Repleta de atrações incríveis, esta basílica conta com obras de arquitetos como Arnolfo di Cambio, Pillipo Brunelleschi e outros. Não estranhe se você encontrar pessoas falando sobre a Catedral de Florença ou Duomo de Florença, pois ela também é chamada por estes nomes.

Basílica de Santa Maria del Fiore.

Você muito provavelmente passará bastante tempo para conhecê-la por completo, principalmente por ser a quinta maior igreja de toda a Europa. Por isso, saia de lá e aproveite para conhecer um pouquinho das ruas de Florença, ir até alguma lojinha das redondezas comprar lembrancinhas ou souvenirs e fotografar a cidade, que é reduto de tantos lugares incríveis para você visitar.

Depois deste passeio, siga para a Galeria dos Ofícios em Florença, um lugar repleto de obras de arte importantes, estátuas e monumentos. Por lá é possível encontrar obras de artistas como Botticelli, Leonardo da Vinci e outros. O bacana desta galeria é que você pode fazer o tour pelo local e ainda conhecer mais a fundo cada sala interna do museu.

  • O Nascimento de Vênus é uma das principais atrações da Galeria dos Ofícios e atrai a maior parte dos turistas que vão até lá. Portanto, não deixe de apreciar um pouco de arte e cultura em Florença que por si só já é uma cidade bastante multicultural. Uma dica também é que você aproveite as praças, fontes, jardins e igrejas para fazer belíssimas fotos por lá.

– Dia 12 – Florença

Prepare-se, pois para o seu segundo dia em Florença sugerimos um passeio divertidíssimo e, ao mesmo tempo, cansativo pela cidade. Vá até um dos pontos turísticos mais requisitados pelos brasileiros e visitantes de Florença, a Ponte Vecchio, próxima ao Rio Arno.

Para você que é marinheiro de primeira viagem e ainda não ouviu falar sobre ela, saiba que a Ponte Vecchio é uma imensa ponte que cruza o Rio Arno, mas, que ao mesmo tempo, tem uma grande importância comercial para a cidade.

  • Ao longo do seu trajeto por lá haverá inúmeras galerias, sendo possível encontrar lojas com as joias mais incríveis de Florença, além de ter uma bela paisagem do Rio Arno e de outros pontos turísticos importantes da cidade.

Ponte em Florença

Sendo assim, aproveite o passeio para fotografar, fazer algumas comprinhas, olhar as vitrines das lojas ou só apreciar as atratividades deste lugar tão popular e ao mesmo tempo especial de Florença. Aproveite para dar uma paradinha em algum dos estabelecimentos que se encontram ali pelas redondezas. Afinal, há vários restaurantes e até cafés para você dar uma relaxada e depois continuar seu roteiro pela cidade.

Por fim, não deixe de ir a um dos bares de Florença, seja com os amigos com a família ou até o namorado (a). A cidade é reduto de muitos deles e além de você poder ter uma noite agradável ao lado das pessoas que ama, também poderá apreciar uma boa música acompanhada de um drink a moda italiana.

– Dia 13 – Roma

Em seu 7º dia de roteiro, você viajará para Roma, a capital da Itália e uma das cidades mais queridas no mundo. Comece o dia por lá visitando nada menos do que o Coliseu de Roma, o anfiteatro onde, no passado, ocorriam lutas entre gladiadores é como voltar no tempo.

Um passeio pelo local, além de ser muito interessante pelo fato de você estar diante de um monumento que teve extrema importância em décadas passadas, é também uma ótima oportunidade de conhecer melhor um pouco da história romana. Ao longo de um tour pelo Coliseu, a sugestão é caminhar por entre as suas ruínas, tirar muitas fotos e conhecer todas as suas dependências.

  • Dica especial: Para fazer a visita guiada pelo Coliseu basta ir até a Piazza dell Colosseo e garantir seu ingresso nas bilheterias do local. No entanto, as filas costumam ficar gigantescas, por isso sugerimos que você compre com antecedência pela internet. O valor para o tour custa em média 30 e inclui também uma visita ao Monte Palatino e ao Fórum Romano. Para aqueles que optarem por um áudio guia é acrescido 5,50€/pessoa.

Coliseu de Roma

Aproveite e pare em algum restaurante da região para experimentar o melhor da gastronomia local e beber uma boa e tradicional taça de vinho. Após o almoço, a parada obrigatória é na Piazza di Spagna, conhecida pelos seus 135 degraus que levam até a igreja Trinità dei Monte.

  • A praça recebe esse nome, porque no século XVII toda a área na qual ela se encontra localizada era propriedade da embaixada espanhola em Roma, antes mesmo da unificação e do surgimento da Itália como nação.

Trinità dei Monte, Itália

Para finalizar o dia, não deixe de ir até o Panteão de Roma, único edifício construído na época greco-romana que ainda está em perfeito estado de conservação no mundo todo. O Panteão de Romachamado de Pantheon, é um templo dedicado a todos os deuses romanos. Hoje, por lá se encontram enterradas diversas personalidades ilustres, como os pintores Raffaello e Annibale Caracci, os reis Vittorio Emanuele II e Umberto I, e a rainha Margherita.

É um lugar que não pode ficar de fora da sua lista de passeios, pois é muito bonito, a entrada é gratuita e logo em frente ao Panteão tem uma praça muito charmosa com ótimos restaurantes. Nossa dica é ir de dia visitar o Panteão, por causa da luz do sol, e depois voltar à noite para jantar em um dos seus restaurantes que são ótimos, que apresentam as mesas do lado de fora na praça e contam com vários artistas e cantores que ficam lá animando a noite de todo mundo.

– Dia 14 – Roma

Depois de ter tido um dia bem turístico por Roma, passando pelos seus principais monumentos e atrações, é chegada a hora de curtir melhor um pouquinho da beleza da cidade. Para isso, sugerimos que sua primeira parada seja na famosa Fontana di Trevi, é lá que as pessoas têm o costume de jogar moedas na água para, conforme a lenda, ter a oportunidade de retornar à cidade posteriormente.

Fontana di Trevi, Roma

Em seguida, não deixe de ir até a Praça Veneza. Esta é uma das mais famosas praças romanas, onde se encontra o incrível Vittoriano, um monumento dedicado ao rei Vittorio Emanuele II. Ele é considerado um dos maiores museus da atualidade e é possível subir em seu terraço para ter uma bela vista da cidade.

Tire o resto do dia para conhecer todas as atrações do Monte Capitolino, que desde os seus primórdios foi o centro das atividades políticas da cidade. Lá você poderá ver três palácios: o Palazzo Nuovo, o dos Conservatori e o de Senatorio. Nos dois primeiros funcionam os Museus Capitolinos e o último serve de sede para a prefeitura de Roma.

Museu Capitolino, Roma

Os museus Capitolinos são divididos entre 6 espaços: Palácio dos Conservadores, onde fica a obra original da Loba Capitolina de Rômulo e Remo, Palácio dos Senadores, Palácio Clementino-Caffarelli, Palácio Novo, Galeria Lapidaria e Central Montemartini. A coleção dos museus é majestosa e abriga obras de diversos períodos da história da arte. Os museus estão na lista dos mais visitados da Europa e a visita guiada de 3h pelos destaques desse complexo custa cerca de 50€.

Além disso, no centro Piazza Campidoglio está a famosa equestre do imperador Marco Aurélio. No entanto, a que está exposta no local é uma réplica e a original encontra-se dentro dos Museus Capitolinos.

– Dia 15 – Roma

Comece seu nono dia de roteiro indo até a Basílica di San Giovanni in Laterano, que é a catedral da cidade e a mais antiga e importante entre as cinco basílicas papais do mundo. Edificada no início do século IV e inaugurada em 324, a mando de Constantino, hoje, a Basilica di San Giovanni in Laterano conserva em perfeito estado o estilo barroco, mesmo após ter passado pela última restauração, e é uma atração imperdível em Roma.

  • Todas as quintas-feiras santas, o Papa, que tem o título de bispo de Roma, realiza uma missa no local, que além de magnífica é bastante concorrida.

Basílica di San Giovanni in Laterano

E um lugar super tranquilo e que merece muito a sua visita neste último dia são os Jardins da Villa Borghese. Como o próprio nome já diz, ele compreende um jardim enorme com uma extensa área verde, diversas espécies de flores e uma beleza pouco encontrada em qualquer outro parque da cidade. A nossa dica é que você reserve esse tempo para fazer um piquenique ou então praticar alguma atividade física, como correr ou andar de bicicleta.

Jardins da Villa Borghese

  • Qual moeda levar? A moeda em ambos os países, e a única a ser utilizada nessa viagem, é o euro.
  • Covid-19: a Itália reabriu a fronteira a brasileiros vacinados em 2021, portanto, certifique-se de viajar com um certificado das três doses (ou duas, tomadas a menos de 270 dias do embarque).
  • Fronteiras: quando se viaja de carro, normalmente, você cruza as fronteiras entre Portugal e Itália sem precisar parar ou declarar sua mudança de país. O mesmo vale para as viagens de avião, já que esta é considerada uma “viagem doméstica”, dentro da Europa.

Onde ficar em cada cidade?

Para não perder tempo procurando onde ficar em cada uma dessas cidades, indicamos abaixo alguns dos lugares que mais gostamos para economizar:

Hotel em Lisboa

Muito mais dicas de Portugal no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis de Portugal, com muito mais dicas, para te ajudar a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal ou aqui para ver a playlist com todos os vídeos de Portugal. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Não esqueça o seguro viagem obrigatório para Europa

Agora que você já sabe tudo sobre o roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália, uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando ir a qualquer país da Europa é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional é obrigatório para viajar para lá. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Mulher olhando janela de avião

Como usar seu celular à vontade em Portugal e na Europa?

Poder usar seu celular em Portugal e na Europa, em geral, é algo extremamente útil e necessário, já que com ele você pode pesquisar sobre pontos turísticos, acessar os aplicativos deles, conferir a previsão do tempo e até usar o GPS, economizando o aluguel deste equipamento para o carro.

Além de, claro, estar conectado nas várias redes sociais e WhatsApp! Por isso, selecionamos as melhores dicas de como usar o celular à vontade na Europa. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro e em qualquer lugar, podendo pesquisar sobre o roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália.

Casal olhando celular

Dicas para aproveitar melhor sua viagem a Portugal

Agora que você já viu tudo sobre o roteiro ideal de 15 dias por Portugal e Itália, uma dica importante é que alguns pontos turísticos, praias, cidades legais e vinícolas em Portugal são um pouco afastados das cidades, e uma ótima opção para aproveitar melhor sua viagem é alugar um carro.

Muitos brasileiros estão fazendo isso, pois você pode conhecer várias cidades lindas. Se quiser, veja nossa matéria de como alugar um carro em Lisboa e Portugal, com tudo o que você precisa saber do assunto e dicas de como encontrar preços imbatíveis usando comparadores, para fazer o melhor negócio.

Dicas para aproveitar melhor sua viagem ao Porto

Dica dos ingressos e passeios mais baratos para todas as cidades de Portugal (com translado grátis!)

Temos duas super dicas para quem quer comprar os ingressos das atrações e fazer os passeios em Portugal. Portugal tem cidades mágicas, e existem passeios incríveis que o levam para conhecer essas cidades em um único dia. Nós conhecemos uma agência de passeios ótima que faz todos esses tours guiados de forma privativa (com carro e guia exclusivos!), a preços muito bons mesmo.

Foi uma experiência excelente que tivemos, e há opções para cidades como Lisboa, Fátima, Sintra e Porto! Se quiser, veja a matéria em que explicamos essa super parceria de passeios privativos por Portugal. O preço é para grupos de três pessoas, mas pode-se viajar com mais ou menos gente, e o valor individual sai muito em conta. E usando nosso cupom, você ainda ganha um super desconto e o translado do aeroporto ao hotel grátis!

Palácio da Pena em Sintra, Portugal

Os ingressos para entrar nas atrações não estão inclusos nos passeios, mas se a pessoa quiser ir a alguma, eles ajudam a comprar lá na hora, sem problemas. Lembramos que é sempre mais barato comprar antes, pela internet, para evitar filas e não perder tempo de viagem. Nós já viajamos o mundo e sempre pesquisamos bastante sobre a questão dos ingressos.

Nas últimas viagens utilizamos esse site de Ingressos da Europa, que vende ingressos para os principais pontos turísticos de Lisboa, Porto e de todas as cidades da Europa! Eles são um dos maiores vendedores de ingressos, o site está em português, é seguro, e o bom é que você compra todos os seus ingressos em um único lugar.

Veja outras matérias imperdíveis de Portugal:

O que fazer em Lisboa: Principais atrações, passeios e lugares de Lisboa em Portugal.
Onde ficar em Porto: Melhores regiões para se hospedar em Porto.
Dicas para andar de trem na Europa: Melhores empresas, trajetos, onde comprar passagens super baratas e todas as dicas.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *